Eventos Ao Vivo

segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Pelotão do Edgar

O treino do ciclista Edgar retorna agora nesta 5a feira dia 3 de fevereiro.
Horário de saída: 18:15 Hs
Normas:     1a volta    35 Km        Passo
                  2a volta    38 Km        Passo
                  3a volta    35 Km        Passo
                  4a volta    38 Km        Passo
O treino são em quatro voltas na lagoa da pampulha com saída em frente a igrejinha.
Não é permitido ultrapassagens desnecessárias durante o treino, já que o mesmo é
conduzido em "passo" pelo ciclista edgar durante as voltas. Se durante o percurso
do treino surgirem trânsito intenso de veículos, o mesmo será reduzido até que o
último ciclista se encaixe no pelotão. Entre a rotatoria do mineirão até a primeira
rotatória após a igrejinha a velocidade será reduzida entre 25 Km a 30 Km para
que ciclistas possam participar a partir da 2a volta.

Cadel Evans aponta seus rivais para o Tour de France 2011

O australiano Cadel Evans (BMC), vice-campeão da última edição do Giro d´Italia, confirmou que não estará presente na primeira grande volta da temporada. Evans tem como principal objetivo a luta pela camisa amarela no Tour de France, que acontece entre os dias 2 e 24 de julho.

Cadel Evans já se adiantou e confirmou que, para ele, o italiano Ivan Basso (Liquigas) e o luxemburguês Andy Schleck (Leopard Team) serão seus grandes rivais na grande volta francesa.

"Certamente Andy [Schleck] será o ciclista que todos estarão observando, principalmente pelo seu desempenho em 2010", disse ao Cyclingnews. "Ivan [Basso] é outro atleta que abdicou do Giro para competir o Tour. A LIquigas tem uma forte equipe."

Campeão mundial em 2009, Evans, assim como Ivan Basso, treina sob a orientação do Centro Mapei. Ambos são pupilos do técnico Aldo Sassi, que morreu no final do ano passado.

"Nós estamos olhando para os mesmos objetivos e estamos utilizando praticamente as mesmas ferramentas, então, suponho que estamos em níveis parecidos."

"Mas isso faz parte. Se eu quiser vencer o Tour de France, eu tenho que vencer um cara como o Ivan Basso. Nos últimos 12 meses, com o Giro d´Italia e os ensinamentos de Aldo, acredito que tenha uma relação diferente com o Basso."

Atualmente, o australiano treina com Andrea Morelli. Ele admitiu que, embora seu comportamento profissional permaneça o mesmo, o lado pessoal ainda pesa pela falta do amigo e ex-treinador.

"É um situação estranha. A rotina de treinos e tudo mais é a mesma, entretanto, estar lá, sem Aldo... o clima mudou completamente",declarou.

domingo, 30 de janeiro de 2011

Atleta da Equipe Elétrica Gutierrez/Lorenzetti/Lâmpadas Golden termina em 4º Lugar Geral em prova em Onça de Pitangui

Carlos Leônidas por e-mail

Hj eu fiz uma boa competição. Cheguei em 2° na categoria Sub 35 e o meu tempo de prova foi o 4° melhor Geral... O Robertão fez o 2° melhor tempo na cat over 45, não sei qual foi o tempo dele , mas ele fez uma boa prova também...
Valeu,
Carlos.

Parabéns aos atletas Carlos Leônidas e Roberto Leal pelo ótimo desempenho!

Dia 5 de Fevereiro, o Pelotão da União sairá as 7 horas da manhã


Recado importante do Presidente da União Ciclística Desportiva Recreativa de Minas Gerais, Carlos Starling.

Mountain Bike Intercity Onça do Pitangui 2011 resultados

Foi um sucesso a 16ª Edição do Mountain Bike Intercity de Onça de Pitangui-MG, realizada neste domingo. A competição contou com uma mega premiação de 8 mil reais.

A tradicional prova mineira que completou 16 anos, foi coberta de muita adrenalina ao longo dos 40km percorridos. Diversos atletas do cenário nacional compareceram. Para muitos, a prova abre o calendário de grandes competições no Brasil.

A Equipe LM Bike / Tripp / Pedal / Specialized marcou presença com o time completo, destaque para Gustavo Ricardo, que garantiu a segunda colocação na Elite Masculina. Já na Elite feminino, a vitória foi Isabella Lacerda.

Confira os resultados parciais da prova que terminou às 13:30hs.
Resultados parciais

Elite Masculino

1º Geraldo Rodrigues
2º Gustavo Ricardo (LM Bike / Tripp / Pedal / Specialized)
3º Júnior Alves
Elite Feminino

1º Isabella Lacerda (Scott / Pedal / Fórmula Bike / Optic Nerve)
2º Aline Lombello
3º Márcia Elena

Breve, resultados completos.

sábado, 29 de janeiro de 2011

UCI divulga Ranking do America Tour 2011 - Brasil é 5º

A UCI (União Ciclística Internacional) divulgou nesta sexta-feira a nova classificação do ranking AmericaTour 2011.

Juan Carlos Rojas Villegas (Costa Rica) aparece na primeira colocação no indiviual. O ciclista de 30 anos soma 109 pontos, um a mais que Marco Arriagada (Chile), campeão da última edição do Tour de San Luis. O terceiro é o colombiano Jose Serpa (Androni).

Entre os brasileiros, Gregory Panizo (DataRo) aparece na 12ª posição, com 52 pontos. Na sequência, Magno Prado (15º) e Flávio Cardoso(16º), ambos da equipe de Pindamonhangaba.

No ranking por equipes, o time Movistar Team (Colômbia) surge na primeira colocação - 267 pontos, seguido pelos compatriotas da EPM-UNE, conhecido dos brasileiros pelos títulos na Volta de Gravataí e no Tour de Santa Catarina em 2010. A equipe Funvic/Marcondes Cesar/Pindamonhangaba - campeã do ranking no último ano - figura na terceira posição, com 154 pontos. Os paranaenses da DataRo vem em quinto - 96 pontos.

Entre as nações, a Colômbia confirma sua tradição e segue como líder (403 pts). Venezuela, com 361 pontos, e Argentina, com 249 pontos, aparecem na segunda e terceira posição, respectivamente. O Brasil é o quinto colocado.

Classificação Individual

1-Juan Carlos Rojas Villegas (Costa Rica) 109 pts
2-Marco Arriagada (Chile) 108
3-Jose Rodolfo Serpa Perez (Colômbia) 88
4-Juan Pablo Suarez (Colômbia) 79
5-Manuel Eduardo Medina Marino (Venezuela) 78

Classificação por equipes

1-Movistar Team (Colômbia) 267 pts
2-EPM - UNE (Colômbia) 174
3-Pindamonhangaba (Brasil) 154
4-Androni Giocatolly (Itália) 132
5-DataRo (Brasil) 96

Classificação nações

1-Colômbia 403 pts
2-Venezuela 361
3-Argentina 249
4-Costa Rica 248
5-Brasil 225

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Saxo Bank já pensa em substituto para Contador

A equipe Saxo Bank já busca um substituto para o espanhol Alberto Contador, que deve ter sua suspensão confirmada dentro de duas semanas. O principal nome para o lugar do, até então, tricampeão do Tour de France é o russo Denis Menchov.

Na última edição do Tour, Menchov terminou na terceira colocação, atrás de Contador e Andy Schleck. Ele deixou a Rabobank e se transferiu para a italiana Geox, entretanto, a equipe acabou obtendo a licença ProContinental e não foi convidada para a competição neste ano. De acordo com o jornal La Gazzetta dello Sport, Bjarne Riis já busca um acerto com o russo, de 33 anos.

Outra opção para Riis é o jovem australiano Richie Porte, que teve um grande desempenho na última temporada. Porte vestiu a maglia rosa na última edição do Giro d´Italia, terminando em sétimo no geral e conquistando o título entre os novatos.

Menchov parece ser uma boa aposta. Riis terá orçamento extra ao não pagar o contrato de Contador (cerca de 4,5 milhões de euros). Já Menchov terá que rescindir seu contrato, que vai até o final de 2012.

Altimetria da Mountain Bike Intercity de Onça do Pitangui


A 16ª Edição do Mountain Bike Intercity de Onça de Pitangui-MG será neste domingo com uma mega premiação de 8 mil reais.

A tradicional prova, que este ano completa 16 anos de muita adrenalina, receberá um número recorde de inscritos nesta edição. Para muitos, a prova serve como abertura do calendário de competições, devido ao nível forte e técnico da prova.

A Equipe de Ciclismo Elétrica Gutierrez/Lorenzetti/Lâmpadas Golden estará presente com os atletas Carlos Leônidas e Roberto Leal.

Decisão sobre Pelizzoti sai entre dias 3 e 5 de Março

O italiano Franco Pellizotti terá que esperar até março para saber seu destino no ciclismo. De acordo com o jornal Gazzetta dello Sport, o TAS (Tribunal Arbitral do Esporte) irá se pronunciar em relação ao atleta entre os dias 3 e 5 de março.

Pellizotti está afastado das competições desde maio do último ano, quando a UCI (União Ciclística Internacional) detectou alterações no passaporte biológico do italiano, indicando um possível uso de substância proibida. No dia 3 de maio, a UCI pediu às autoridades italianas para abrir um inquérito sobre o caso.

O Comitê Olímpico Italiano (CONI) investigou e analisou o posicionamento da UCI e recomendou a suspensão de dois anos do atleta. O Tribunal Italiano Antidoping (TNA), entretanto, discordou da decisão e disse não existir provas suficientes para comprovar o doping.

Franco Pellizotti aguarda a decisão final e espera ser liberado para voltar as competições. O italiano já tem um acordo verbal com a equipe espanhola Movistar. "Eu não me sinto bem. Tenho que esperar e é uma longa espera, mas quero voltar a competir", disse ele ao Tuttobiciweb.com. "Todo mundo sabe que tempo é importante para um ciclista. Não sou mais um jovem.”

Rocco Taminelli, advogado do atleta, afirmou que Pellizotti vai processar a UCI pelos danos psicológicos decorrentes do processo.

quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Contador tem 10 dias para reverter sua punição de um ano

O Presidente da Federação Espanhola de Ciclismo confirmou que Alberto Contador foi informado sobre sua punição de um ano. Juan Carlos Castano emfatizou que sua suspensão era só uma questão de tempo, e mencionou que isso apenas não tinha sido informado para a imprensa.

Ele ainda confirmou que Contador está próximo de perder o título de campeão do Tour de France 2010. " Ele irá perder o Tour se a punição se tornar ativa. Essa seria a mínima punição para ele."

" Alberto tem 10 dias para entrar com um recurso. No fim desse período, o Comitê irá se reunir, olhar os argumentos e tomar a decisão final. "

Contador ainda indicou que podeerá se retirar do ciclismo se a suspensão por doping for confirmada, Castano tentou mudar suas idéias: " Alberto tem tempo para parar e pensar. Quando ele voltar ele poderá participar ado Campeonato Mundial por exemplo."

Mineiro próximo de terminar jornada pelo mundo de bike

O mundo tem sido a casa de Danilo Perrotti desde 8 de agosto de 2008, quando o aventureiro iniciou uma jornada de bike pelo planeta, saindo de Belo Horizonte. Depois de quase dois anos e meio na estrada, o brasileiro enfim está de volta ao continente americano, onde encara as últimas etapas de sua viagem. Ele chegou aos Estados Unidos em dezembro, e iniciou no último domingo (22) a cruzada pela América, partindo de Vancouver, no Canadá.

A última parada de Danilo havia sido na Nova Zelândia, ainda no ano passado, onde o aventureiro se impressionou com a beleza da Oceania. “Conheci as belas praias da Austrália e me surpreendi com a exuberante paisagem natural da Nova Zelândia, com montanhas nevadas, vulcões, rios, lagos e cachoeiras”, contou o brasileiro de 29 anos, que já pedalou mais de 37 mil quilômetros e passou por 46 países em sua jornada.

“Na Oceania todos respeitam o ciclista e o viajante de bicicleta. Além disso, todas as cidades possuem infraestrutura com boas estradas e sinalização para as bicicletas. Serve de exemplo para nós, brasileiros”, completou Danilo. Para ele, a parte mais complicada da última etapa da viagem foi atravessar um deserto no norte da Austrália. Agora, o seu próximo desafio será o frio da América do Norte.

“Nesta época do ano o continente tem um inverno muito rigoroso, com tempestades de neve. Tenho que pedalar rápido para o sul, como fiz quando estava nos países escandinavos”, disse Danilo, lembrando a sua passagem pela Europa, ainda no início da aventura, que deve terminar em 11 de novembro, novamente na capital mineira. “Para o último ano da viagem, vamos reunir um grupo de amigos para viajarmos juntos pela costa do Brasil”, adiantou o brasileiro.

História - Ex-atleta profissional da equipe de natação do Minas Tênis Clube, Danilo decidiu apostar na ideia de viajar o mundo de bike em 2004, logo após se formar em Administração. Primeiro, aprendeu inglês e italiano ao morar na Europa, mas já fazia viagens montado em sua bicicleta pelo Velho Continente. Em 2007, fez o caminho de Santiago de Compostela, na Espanha, pedalando.

Decidido a viajar o mundo em sua bike, Danilo criou o projeto “Homem Livre” - www.homemlivre.com. A aventura passará agora por Canadá, Estados Unidos e México, até chegar à América Central, onde ele percorrerá países como Honduras, Nicarágua e Panamá. Já no continente sul-americano, o brasileiro passará pela Colômbia antes de chegar de volta ao Brasil.

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Contador deve ser suspenso por um ano

A hora da verdade está chegando para Alberto Contador, e ao que parece o espanhol não saírá impune. De acordo com o site do Diario Basco, Contador ficará afastado das competições por um ano, com a suspensão passando a valer a partir do dia 24 de agosto (quando foi comunicado pela UCI sobre o positivo por clembuterol).

O ciclista já foi notificado em relação ao posicionamento da Federação Espanhola de Ciclismo sobre o antidoping. A WADA (Agência Mundial Antidopagem) identificou a presença de clembuterol no segundo dia de descanso do Tour de France 2010.

Confirmada a suspensão, Contador automaticamente perderá seu terceiro título na grande volta francesa, além de não participar da prova neste ano. Também poderia ficar de fora da Vuelta a España, que começa no dia 20 de agosto. Mas há a possibilidade que a pena inicie no dia em que ele foi flagrado no antidoping, antes da 17a etapa do Tour 2010.

Os advogados do espanhol apresentaram, desde então, três novos estudos onde, de acordo com o laudo, fica constatado que o clembuterol não chegou ao seu organismo de forma voluntária.

Segundo a Agência Mundial Antidopagem, no artigo 2.1: "é responsabilidade do esportista tudo que aparece em seu metabolismo e, portanto, ele deve estar ciente e atento para que nenhuma substância proibida esteja em seu organismo"

Se não aceitar a decisão da Federação, Contador pode recorrer e o caso será levado ao TAS. Neste caso, o ciclista pode ser suspenso por até dois anos, conforme as jurisprudências da entidade.

World Bike Tour 2011

A 3ª edição do World Bike Tour reuniu cerca de sete mil ciclistas, nesta segunda-feira, dia 25, como parte das festividades do 457º aniversário da cidade de São Paulo.

Os participantes encararam um percurso de 10 km, passando pela Ponte Octávio Frias, Marginal Pinheiros, Praça Arciprestes Anselmo de Oliveira, Ponte Cidade Universitária, Rua Alvarenga, Avenida Afrânio Peixoto até chegar a Cidade Universitária.

O evento é realizado nas principais metrópoles do mundo e tem como objetivo incentivar o uso da bicicleta como meio de transporte. Além de São Paulo, as cidades de Madri, Paris e Lisboa realizam o World Bike Tour.


Críticas ao World Bike Tour

Apesar do constante crescimento do World Bike Tour, os organizadores receberam críticas dos participantes durante a realização da 3ª edição do evento.

Os problemas começaram no final do ano passado, quando a organização do WBT disponibilizou a venda de um cartão de privilégio, que daria a possibilidade de inscrição do evento em dia e horário diferenciados. Porém o site da inscrição saiu do ar e os participantes que possuíam o cartão não tiveram o beneficio prometido.

Com isso, aqueles que conseguiram, ainda assim, se inscrever tiveram dificuldades para a retirada do kit, já que o regulamento do evento não deixava claro que itens como a camiseta, o cartão e itens de segurança obrigatórios para a participação da pedalada, deveriam ser retirado com antecedência.

Equipe brasileira estará presente na Volta Ciclistica do Chile

A equipe Memorial/Prefeitura de Santos/Giant será a representante brasileira na próxima edição da Volta Ciclística do Chile, que começa no próximo dia 27 e termina no dia 06 de fevereiro, na capital Santiago.

A competição será composta de 10 estágios e 1.300 km de percurso, com a etapa-rainha acontecendo no penúltimo dia - a escalada do Monte Farellones, situado na Cordilheira dos Andes.

Com um time renovado, repleto de jovens ciclistas que fazem parte do projeto Ciclismo de Santos Olímpico, a equipe da baixada santista terá os seguintes atletas na prova: Marcos Novello, Flavio Reblin, Renan Malizia, Bruno Saraiva, Iago Toni Marinelli e Rafael Buongermino.

terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Prova tradicional inaugural do ciclismo de mountain bike de Minas Gerais


Acontece nesse domingo (31) o XV Intercity de Onça do Pitangui. Prova tradicional, inaugura o ciclismo de Mountain Bike de Minas Gerais em 2011. A Equipe de Ciclismo Elétrica Gutierrez/Lorenzetti/Lâmpadas Golden estará presente com os atletas Carlos Leônidas e Roberto Leal.

As inscrições tem o preço de R$ 60,00 e ainda estão abertas.

Você pode se inscrever no site: http://www.mtbonca.com.br/inscricoes.html

Boa sorte e boa prova para nossos atletas!

Video - Os 30 Melhores Ciclistas de Todos os Tempos

Lâmpadas Golden lança blog

Um blog dedicado à iluminação com artigos sobre as diferentes tecnologias de lâmpadas, bem como sobre a funcionalidade de cada uma delas e outros temas relacionadosva este mercado podem agora ser confereridos no endereço http://www.golden.blog.br/.

A iniciativa faz parte de uma ampla estratégia da Lâmpadas Golden para marcar presença na internet. Além do blog, a empresa também está presente nas redes sociais Facebook, Linkedin, Orkut e também no Twitter.

Veja na íntegra o post do blog do mês de Janeiro: http://www.golden.blog.br/posts/05/

Vídeo incrível - Pedalando com o pneu furado

Abraham Olano Manzano (nascido em 22 de janeiro, 1970 em Anoeta , Gipuzkoa  ) é um espanhol que foi profissional no ciclismo de estrada. Sua maior conquista veio em 1995 quando se tornou Campeão do Mundo de estrada . Em 1998 ele venceu o Campeonato Mundial de Contra-Relógio.

No vídeo abaixo Olano se consagra Campeão Mundial de Estrada depois de mais de 7 horas pedalando em uma média de 37 Km/h, Olano se destaca do grupo, que tinha nada mais nada menos que Miguel Induraín. Porém seu pneu fura, mas Olano não toma conhecimento das dificuldades e pedala os últimos quilometros com o a roda no chão.


Veja o vídeo:



segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

O Gordo e o Magro na bicicleta

Indiscutivelmente, O Gordo e O Magro é a maior dupla cômica de todos os tempos. Vindos do cinema preto e branco, os atores Oliver Hardy e Stan Laurel sempre fizeram um humor diferente, deixando muitas de suas histórias para serem contadas em piadas. Sem falar das reprises vistas até hoje.

Oliver Hardy faleceu em agosto de 1957, depois um derrame que o deixou em coma. Stan Laurel falecera em fevereiro de 1965, após um ataque cardíaco.

Dos inúmeros filmes feitos pela dupla, Fat Man on a Bicycle (1914), chama atenção para os amantes do ciclismo. Trata-se do O Gordo tentando aprender a andar de bicicleta. O professor não poderia ser outro, O Magro - o fiel parceiro.

Relembrar da dupla é sempre bom, quanto mais em um filme mudo de bicicleta - raridade. O vídeo abaixo não está completo, mas vale a pena assistir. Difícil é saber quem sobre mais, a bicicleta ou eles.

domingo, 23 de janeiro de 2011

Lance Armstrong encerra carreira internacional de ciclismo

O ciclista norte-americano Lance Armstrong, sete vezes campeão da Volta da França, encerrou neste domingo (23-02) sua carreira internacional com a última etapa do Tour Down Under da Austrália.

Aos 39 anos, o atleta já havia anunciado que esta era sua última competição internacional.

Armstrong não programou nenhuma celebração particular para marcar a despedida, depois de uma carreira marcada por muitas controvérsias derivadas das acusações de doping feitas contra ele.

"Saio sabendo que dei o melhor de mim e não é necessário que se coloque uma placa ou seja erguida uma estátua", afirmou antes da etapa o texano, que deve disputar competições nos Estados Unidos e eventos de MTB e triatlo.

"Se ganhei sete vezes a Volta da França foi porque acredito que mudamos o enfoque de nosso esporte", disse.

"Revolucionamos a forma de treinar, a força mental em uma equipe, de preparar as provas e disputá-las, o modo de vender o esporte, de contar histórias a todo o mundo", completou.

Campeão do mundo em 1993, Armstrong marcou a história do ciclismo com os sete títulos na França, pouco depois de ter deixado o esporte para fazer um tratamento de câncer nos testículos.

Durante sete anos ele dominou por completo os rivais, antes de anunciar a aposentadoria em 2005.

Mas em 2009 decidiu voltar às competições, com resultados menos importantes.

Com o retorno, Armstrong voltou a ser acusado de doping, sobretudo por Floyd Landis, vencedor da Volta da França em Tour 2006 (um título que perdeu mais tarde por doping) e que foi seu companheiro de equipe na US Postal de 2001 a 2004.

Uma investigação federal está em curso nos Estados Unidos contra Armstrong, depois das acusações feitas por Landis.

Veja o Vídeo dos Melhores Momentos da Carreira de Lance Armstrong:

Arriagada vence 5ª Ediçao do Tour de San Luis e Pinda faz dobradinha na última etapa

O Tour de San Luis cruzou a Cordilheira e a vitória ficou nas mãos do chileno Marco Arriagada, que realizou uma performance que, graças à consistência nas fases essenciais manteve a vitória final.

A equipe brasileira Pindamonhagaba terminou a 7ª e última Etapa com uma dobradinha, com Fabian Aguilar e Marcos Crespo.






Classificação da 7ª Etapa:

1 Hector Aguilar (Uru) Funvic-Pindamonhangaba 3:45:55
2 Marco Crespo (Arg) Funvic-Pindamonhangaba
3 Mauro Richeze (Arg) Argentina
4 Bernardo Riccio (Ita) D'Angelo & Antenucci
5 Roberto Ferrari (Ita) Androni-Giocattoli
6 Maximiliano Richeze (Arg) D'Angelo & Antenucci
7 Gerardo Fernandez (Arg) Argentina
8 Alexandro Marque (Spa) Onda
9 Jacobo Guarneri (Ita) Liquigas-Cannondale
10 Luis Mansilla (Chi) Chile


Classificação Geral Final:

1 Marco Arriagada (Chi) Chile 25:51:54
2 Jose Serpa (Col) Androni-Giocattoli 0:00:38
3 Josue Moyano (Arg) Argentina 0:01:49
4 Eros Capecchi (Ita) Liquigas-Cannondale 0:01:50
5 Miguel Angel Rubiano (Col) D'Angelo & Antenucci 0:02:42
6 Jorge Giacinti (Arg) Argentina 0:04:36
7 Gerardo Fernandez (Arg) Argentina 0:04:56
8 Antonio Piedra (Spa) Andalucia-Caja Granada 0:05:24
9 Camilo Gomez (Col) Colombia 0:05:38
10 Luis Mansilla (Chi) Chile 0:05:50

Ben Swift vence o Tour Down Under


O britânico Ben Swift (Sky) conquistou seu segundo triufo no Tour Down Under, após vencer a 6ª e última etapa da competição, um percurso de 90 km em Adelaide. Cameron Meyer (Garmin-Cervélo) manteve a liderança e assegurou o título da prova.

Swift, que já havia vencido a 2ª etapa, confirmou sua qualidade de velocista e se mostra um forte nome para a equipe Sky na temporada 2011. Greg Henderson, também da Sky, e Matt Goss (HTC-Columbia) terminaram em segundo e terceiro, respectivamente.

Aos 23 anos, Meyer - campeão do mundo de pista em várias oportunidades e campeão australiano de contrarrelógio - superou os favoritos Andre Greipel e Mark Cavendish e conquista um dos principais títulos em sua carreira.

Classificação Etapa

1 Ben Swift (GBr) Sky Procycling 1:53:47
2 Greg Henderson (NZl) Sky Procycling
3 Matthew Goss (Aus) HTC-Highroad
4 Robbie McEwen (Aus) Team Radio Shack
5 Juan José Haedo (Arg) Saxo Bank Sungard
6 Allan Davis (Aus) Astana
7 André Greipel (Ger) Omega Pharma-Lotto
8 Romain Feillu (Fra) Vacansoleil-DCM Pro Cycling Team
9 Davide Vigano (Ita) Leopard Trek
10 Jonathan Cantwell (Aus) UNI SA - Australia

Classificação Final

1 Cameron Meyer (Aus) Team Garmin-Cervelo 17:54:27
2 Matthew Goss (Aus) HTC-Highroad 0:00:02
3 Ben Swift (GBr) Sky Procycling 0:00:08
4 Michael Matthews (Aus) Rabobank Cycling Team 0:00:09
5 Laurens ten Dam (Ned) Rabobank Cycling Team 0:00:10
6 Francisco Ventoso (Spa) Movistar Team 0:00:17
7 André Greipel (Ger) Omega Pharma-Lotto 0:00:26
8 Blel Kadri (Fra) AG2R La Mondiale
9 Allan Davis (Aus) Astana 0:00:27
10 Luke Roberts (Aus) UNI SA - Australia 0:00:28


Bike proibida pela UCI agora aprovada após modificações

video

Tour de San Luis 6ª etapa teve um obstáculo curioso!

Não, esta não é uma corrida de mountain bike, mas a passagem por este pequeno riacho deu um pouco de alívio em um dia escaldante.

Rubiano vence 6ª etapa do Tour de San Luis 2011 Arriagada é líder no geral

Miguel Angel Rubiano (D'Angelo & Antenucci) conquistou a vitória na sexta etapa do Tour de San Luis 2011, depois de passar mais de 180 km escapado. O colombiano dominou subida final da etapa rainha de La Carolina por um minuto e meio e bateu  seu compatriota Antonio Piedra (Andalucia-Caja Granada) que terminou em segundo.
Marco Arriagada (Team Chile) saltou do pelotão várias vezes na subida e ficou com o  terceiro lugar, cerca de 30 segundos à frente do grupo de escaladores. O chileno passou para a liderança da classificação geral, 38 segundos à frente de José Serpa (Androni Giocattoli-) e Moyano Josue (Team Argentina).
Xavier Tondo (Movistar) iniciou a fase decisiva como o líder da corrida. O espanhol parecia ir bem depois  de passar a subida final junto com o  grupo dos escaladores. Um infeliz acidente no caminho para a linha de chegada levou-o fora da disputa na classificação geral.
Eros Capecchi's (Liquigas-Cannondale), oitavo no dia provisoriamente o levou ao terceiro lugar geral. No entanto, os organizadores da corrida acrescentaram  20 segundos ao seu tempo por uma irregularidade no apoio após  um acidente no km 20 . O tempo adicional o coloca  em quarto lugar da geral.

Confira a classificação.

1 Miguel Angel Rubiano (Col) D'Angelo & Antenucci 5:22:14
 2 Antonio Piedra (Spa) Andalucia-Caja Granada 0:01:29  
 3 Marco Arriagada (Chi) Chile    
 4 Josue Moyano (Arg) Argentina 0:02:01  
5 Gonzalo Garrido (Chi) Chile    
 6 Camilo Gomez (Col) Colombia    
7 Maarten De Jonge (Ned) Endura Racing 0:02:03  
8 Eros Capecchi (Ita) Liquigas-Cannondale 0:02:05  
9 Jose Serpa (Col) Androni-Giocattoli 0:02:06  
10 Luis Mansilla (Chi) Chile 0:04:25  

Geral:

1 Marco Arriagada (Chi) Chile 22:05:59  
2 Jose Serpa (Col) Androni-Giocattoli 0:00:38  
3 Josue Moyano (Arg) Argentina 0:01:51  
4 Eros Capecchi (Ita) Liquigas-Cannondale    
5 Miguel Angel Rubiano (Col) D'Angelo & Antenucci 0:02:42  
 6 Jorge Giacinti (Arg) Argentina 0:04:36  
7 Gerardo Fernandez (Arg) Argentina 0:04:56  
 8 Antonio Piedra (Spa) Andalucia-Caja Granada 0:05:24  
9 Camilo Gomez (Col) Colombia 0:05:38  
10 Luis Mansilla (Chi) Chile 0:05:53  

sábado, 22 de janeiro de 2011

Francisco Ventoso vence a 5ª etapa do Tour Down Under


Após a vitória de Xavier Tondo no Tour de San Luis, a equipe Movistar conquistou seu segundo triunfo, dessa vez do outro lado do mundo, na Austrália. Francisco Ventoso venceu a 5ª etapa do Tour Down Under - um percurso de 131 km entre McLaren e Vale-Willunga. O australiano Cameron Meyer (Garmin-Cervèlo), vencedor da 4ª etapa, manteve a liderança da competição.

A etapa foi marcada por inúmeras tentativas de fuga. Uma delas com Richie Porte (Saxo Bank), Ben Hermans (RadioShack) e Jack Bobridge (Garmin-Cervelo) e outra com o espanhol Gorka Izagirre (Euskaltel-Euskadi), entretanto, o trabalho de algumas equipes levou a disputa para o sprint.

Aos 29 anos, Ventoso conquistou a vitória superando Michael Matthews (Rabobank) e Matt Goss (HTC-Columbia), segundo e terceiro respectivamente. Mais uma vez, Mark Cavendish, Andre Greipel, Tyler Farrar, Gerald Ciolek e Robbie McEwen não se destacaram.

Classificação etapa

1 Francisco Ventoso (Spa) Movistar Team 3:06:10
2 Michael Matthews (Aus) Rabobank Cycling Team
3 Matthew Goss (Aus) HTC-Highroad
4 Jose Joaquin Rojas (Spa) Movistar Team
5 Luke Roberts (Aus) UNI SA - Australia
6 Robbie Hunter (RSA) Team Radio Shack
7 Blel Kadri (Fra) AG2R La Mondiale
8 Alessandro Ballan (Ita) BMC Racing Team
9 Ben Hermans (Bel) Team Radio Shack
10 Ben Swift (GBr) Sky Procycling

Classificação Geral

1 Cameron Meyer (Aus) Team Garmin-Cervelo 16:00:40
2 Matthew Goss (Aus) HTC-Highroad 0:00:08
3 Laurens ten Dam (Ned) Rabobank Cycling Team 0:00:10
4 Michael Matthews (Aus) Rabobank Cycling Team 0:00:12
5 Francisco Ventoso (Spa) Movistar Team 0:00:17
6 Ben Swift (GBr) Sky Procycling 0:00:18
7 Blel Kadri (Fra) AG2R La Mondiale 0:00:26
8 André Greipel (Ger) Omega Pharma-Lotto 0:00:27
9 Allan Davis (Aus) Astana 0:00:28
10 Luke Roberts (Aus) UNI SA - Australia

Leandro Messineo vence a 5ª etapa do Tour de San Luis 2011

Leandro Messineo (Argentina) superou a duríssima escalada do Mirador del Sol e venceu a 5ª etapa do Tour de San Luis, disputado entre as localidades de La Toma e Merlo. O espanhol Xavier Tondo (Movistar) resistiu as investidas de Jose Serpa (Androni) e manteve a liderança na classificação geral.

O estágio, de 160 km, foi marcado por uma queda no início do dia, que envolveu ciclistas da equipe Androni, das seleções da Argentina e Equador, além da equipe De Rosa-Flaminia.

Salerno (Liquigas), Messineo (Argentina), Berard (AG2R), Palomares (Andalucía-Caja Granada) e Wetterhall (Endura) fizeram parte do grupo de escapados da etapa, que chegou a ter 13 ciclistas e conquistou uma vantagem de 5min09s em relação ao pelotão principal.

Os cinco seguiram trabalhando juntos até os últimos 5 km, quando Leandro Messineo lançou um forte ataque e seguiu sozinho até a meta.

Na luta pela classificação geral, Tondo não apenas resistiu aos ataques de Serpa, mas conseguiu ampliar a vantagem sobre o colombiano auxiliado pelo companheiro Mauricio Soler.

Classificação da 5ªetapa

1 Leandro Messineo (Arg) Argentina 4:04:44
2 Cristiano Salerno (Ita) Liquigas-Cannondale 0:00:22
3 Adrian Palomares (Spa) Andalucia-Caja Granada 0:00:35
4 Alexander Wetterhall (Swe) Endura Racing 0:00:41
5 Marco Arriagada (Chi) Chile 0:00:57
6 Luis Mansilla (Chi) Chile 0:01:07
7 Xavier Tondo (Spa) Movistar 0:01:19
8 Mauricio Soler (Col) Movistar 0:01:22
9 Jose Serpa (Col) Androni-Giocattoli 0:01:23
10 Camilo Gomez (Col) Colombia 0:01:25

Classificação Geral após 5ªetapa

1 Xavier Tondo (Spa) Movistar 16:41:43
2 Jose Serpa (Col) Androni-Giocattoli 0:00:34
3 Marco Arriagada (Chi) Chile 0:00:37
4 Eros Capecchi (Ita) Liquigas-Cannondale 0:01:28
5 Josue Moyano (Arg) Argentina 0:01:52
6 Jorge Giacinti (Arg) Argentina 0:02:13
7 Gerardo Fernandez (Arg) Argentina 0:02:33
8 Luis Mansilla (Chi) Chile 0:03:30
9 Leandro Messineo (Arg) Argentina 0:03:43
10 Fortunato Baliani (Ita) D'Angelo & Antenucci 0:03:54
17 Matias Medici (Arg) Funvic-Pindamonhangaba 0:05:37
35 Renato Seabra (Bra) DataRo 0:08:57

sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Emplacar as bikes é a solução?

Os ciclistas de Pontal (351 km de São Paulo) deverão procurar a Divisão de Trânsito da prefeitura, a partir de 10 de fevereiro, para emplacar as suas bicicletas. O serviço havia sido anunciado desde julho de 2009.

"A cidade é plana, o que estimula o uso da bicicleta. Só queremos diminuir o risco no trânsito", disse o secretário do Trânsito, Nelson Maia.

Os ciclistas terão um custo de R$ 5 para emplacar os veículos e deverão apresentar documentos pessoais, comprovante de residência e nota fiscal da bicicleta. O emplacamento será realizado na delegacia da cidade.
A fiscalização será feita pela Polícia Militar, Guarda Civil Municipal e agentes de trânsito. Durante os nove primeiros meses, os usuários que cometerem infrações serão apenas advertidos.

Depois, o descumprimento das regras, como trafegar na contramão e sem a placa, será punido com apreensão da bicicleta e multa: o valor ainda não foi definido.

O projeto de Pontal foi inspirado no emplacamento de bicicletas em Morro Agudo (380 km de SP). O responsável pelo serviço, Cleber Roberto Alves, disse que ao menos 18.183 bicicletas foram cadastradas em Morro Agudo desde 2005.

Com o emplacamento, segundo Alves, a cidade diminuiu o número de acidentes, pois os ciclistas também são punidos quando estão na contramão --o valor da multa é de R$ 13,57.

"Além disso, de cada dez bicicletas roubadas, conseguimos recuperar sete."

Ontem, o funcionário público José Antônio da Silva, 56, foi emplacar sua bicicleta. "O projeto está dando certo por causa da preocupação e da atuação contra as infrações", afirmou.

IronMan Brasil 2011 - Ação Social

Com as inscrições encerradas desde o ano passado, o Ironman Brasil 2011 abre espaço mais uma vez para sua ação social. Em razão do sucesso nas edições anteriores, a competição disponibilizará 50 vagas extras pelo Active.com, com valor baseado na média arrecadada nos leilões realizados. As vagas estarão disponíveis entre os dias 18 e 31 de janeiro, com preço fixo de US$ 1.300,00 cada, ou até que as mesmas se esgotam.

Toda a renda extra, ou seja, a diferença entre o valor original da inscrição e o oferecido na Ação Social, será revertida para a APAE de Florianópolis (www.apaeflorianopolis.org.br), instituição que já recebeu cerca de 80 mil reais em doações feitas pelo Ironman Brasil. O link para as vagas está disponível no site da prova.

"Nossa expectativa é repetir o sucesso das outras iniciativas. Optamos pela disponibilização pelo Active.com, com preço fixo, em cima do que tem sido arrecado com os leilões. Trata-se de uma ação muito legal, pois além de garantir a presença no Ironman Brasil, também estará ajudando á APAE", explica Carlos Galvão, diretor-geral da competição.

Mais informações no site oficial http://www.ironmanbrasil.com.br

Tondo vence e é novo líder do Tour de San Luis

O espanhol Xavier Tondo (Movistar) foi o vencedor da 4ª etapa do Tour de San Luis, um contrarrelógio de 19,5 km. O argentino Jorge Giacinti (Argentina) ficou com a segunda colocação, seguido pelo norte-americano Scott Zwizanski (UnitedHealthCare).

Tondo completou o percurso com o tempo de 23min23s, superando em 8 segundos Giacinti. O desempenho do espanhol também lhe garantiu a liderança da competição, com uma vantagem de 30 segundos sobre Jose Serpa (Androni).

Matias Médici (Pindamonhangaba) encerrou a crono com a oitava posição e agora ocupa a 12ª colocação no geral. Douglas Moi, recém-chegado a equipe pindense, é o melhor brasileiro, aparecendo na 36ª colocação geral.

Classificação Etapa

1 Xavier Tondo (Spa) Movistar 0:23:23
2 Jorge Giacinti (Arg) Argentina 0:00:08
3 Scott Zwizanski (USA) Unitedhealthcare 0:00:15
4 Juan E. Arango (Col) Colombia 0:00:23
5 Marco Arriagada (Chi) Chile 0:00:25
6 Luis Mansilla (Chi) Chile 0:00:32
7 Walter Perez (Arg) Argentina 0:00:33
8 Matias Medici (Arg) Funvic-Pindamonhangaba 0:00:40
9 Jose Serpa (Col) Androni-Giocattoli
10 Ivan Basso (Ita) Liquigas-Cannondale 0:00:45

Classificação Geral

1 Xavier Tondo (Spa) Movistar 12:35:40
2 Jose Serpa (Col) Androni-Giocattoli 0:00:30
3 Jorge Giacinti (Arg) Argentina 0:00:34
4 Marco Arriagada (Chi) Chile 0:00:59
5 Eros Capecchi (Ita) Liquigas-Cannondale 0:01:04
6 Josue Moyano (Arg) Argentina 0:01:10
7 Gerardo Fernandez (Arg) Argentina 0:01:44
8 Juan E. Arango (Col) Colombia 0:01:52
9 Jesus Rosendo (Spa) Andalucia-Caja Granada 0:02:28
10 David De Lay (Fra) AG2R La Mondiale 0:02:55

quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Alberto Contador espera pela definição de seu futuro no ciclismo


O espanhol Alberto Contador espera pela definição de seu futuro no ciclismo, após testar positivo para clembuterol. O tricampeão do Tour de France mantem as esperanças eacredita na sua inocência, mas enfrenta a ira do presidente da UCI (União Ciclística Internacional), Pat McQuaid.

"Não quero comentar sobre o assunto até que tenha uma decisão definitiva, mas o resultado para clembuterol colocou uma mancha negra na última edição do Tour de France", afirmou McQuaid, em entrevista ao jornal Le Parisien.

"Culpado ou inocente, a verdade é que Contador nos trouxe muitos danos", emendou o mandatário, que mostrou-se "pragmático" ao ser questionado sobre uma suposta presença de Alberto Contador na próxima edição do Tour.

"Caso não tenhamos uma resposta até março será difícil nos organizarmos e saber como será, definitivamente, o Tour de France. No momento temos que aguardar. Queremos uma definição o mais rápido possível."




Nesta quarta-feira, Bjarne Riis, dirigente da Saxo Bank, reiterou que aposta na inocência de Alberto Contador e espera contar com os serviços do tricampeão do Tour de France em 2011. Riis também não perdeu a oportunidade e alfinetou o presidente da UCI, Pat McQuaid, afirmando que o mandatário teria razões políticas para suspender o espanhol.

"Nós estamos preocupados, mas tentando apoiar Contador o máximo possível", disse Riis . "Há um processo em curso e nós respeitamos isso. Mas torcemos para que outros fatores não venham a influenciar a decisão do caso."

"Eu sei que seus advogados têm juntos uma defesa muito boa. O Clembuterol foi encontrado em sua urina, mas a dose foi insignificante. Ele não ganhou o Tour de France por causa disso. É estranho que a substância tenha aparecido uma única vez. Para mim, Contador não é culpado, mas McQuaid quer que ele seja suspenso por apenas razões políticas", emendou, sem poupar críticas ao presidente da União Ciclística Internacional.

O dinamarquês acrescentou que segue confiante e planeja a temporada de Contador, que possivelmente fará sua estreia na temporada na Volta da Murcia, em março.

Por fim, Bjarne Riis negou a intenção de colocar Alberto Contador para competir nas três grandes voltas (Giro d´Italia, Tour de France e Vuelta a España). "É algo que eu gostaria de tentar com Alberto, mas não este ano porque eu não tenho a equipe para apoiá-lo", disse Riis. "Nossa equipe provavelmente não será tão forte quanto antes, mas ela continua sendo uma boa equipe. Nick Nuyens é um bom ciclista para as clássicas. Richie Porte tem um enorme potencial e ele vai se tornar um protagonista no Tour dentro de alguns anos. Estamos fazendo um bom trabalho", encerrou.

Bicampeão pronto para a 9ª Descida das Escadas de Santos

O bicampeão Wallace Miranda treinou duro para a 9ª Descida das Escadas de Santos, prova que acontecerá entre os dias 4 e 6de fevereiro. O atleta foi campeão nos anos de 2008 e 2009, e por muito pouco deixou escapar o tricampeonato em 2010, quando perdeu a principal prova de downhill urbano para Filip Polc – atual campeão.

O atleta afirma que não será um desafio fácil, mas está confiante devido aos treinos intensos que realizou ao longo do ano. “Quero a minha coroa de volta”, afirmou ele. Durante todo este mês, Wallace vem intensificando as atividades em sua bike e aprimorando sua performance através de provas de MotoCross, realizadas na cidade do Vale do Paraíba.

"Participei de sete competições de MotoCross e terminei todas elas entre os cinco melhores colocados, além de ter vencido uma etapa e ter sido o primeiro em duas baterias", declarou Wallace.

O nível técnico da competição está elevado e a vitória não será algo fácil, relatou o atleta. Entre os nomes confirmados para 2011 estão o do sul-africano Greg Minnaar e do eslovaco Filip Polc. "Neste ano o nível dos atletas estrangeiros está muito alto e os brasileiros, como o Markolf Bertchold e o Djone Fornari, também são muito fortes", avaliou Wallace.

“Minha bike é nova e moderna. Está chegando apenas agora ao mercado brasileiro... Até a data da prova, farei muitos testes no concreto, em percursos com curvas, para poder chegar em Santos bem preparado", concluiu o brasileiro.

Vídeo de apresentação do percurso do Tour de France 2011

Anunciadas equipes do Tour De France 2011 e Paris-Nice 2011

Foram anunciados hoje as 22 equipes que participaram do Tour de France. As primeiras 18 equipes são escolhidas junto à UCI de acordo com o ProTour. As outras 4 equipes, todas francesas, são escolhidas por uma espécie de "repescagem". O Tour de France começará em Vendée dia 2 de Julho, um sábado.

A seleção de equipes esse ano veio muito cedo. Em 2010, não foram anuciadas até o dia 30 de Março




Equipes no Tour de France 2011

Omega Pharma-Lotto (Bel)
Quickstep Cycling Team (Bel)
Saxo Bank Sungard (Den)
Euskaltel-Euskadi (Spa)
Movistar Team (Spa)
Ag2R La Mondiale (Fra)
Sky Procycling (GBr)
Lampre - ISD (Ita)
Liquigas-Cannondale (Ita)
Pro Team Astana (Kaz)
Team Leopard - Trek (Lux)
Rabobank Cycling Team (NEd)
Vacansoleil-DCM Pro Cycling Team (Ned)
Katusha Team (Rus)
BMC Racing Team (USA)
HTC-Highroad (USA)
Team Garmin-Cervelo (USA)
Team Radioshack (USA)
Cofidis, Le Credit En Ligne (Fra)*
Saur - Sojasun (Fra)*
FDJ (Fra)*
Team Europcar (Fra)*

* "Repescagem"

Foram também anunciadas as equipes para o Paris-Nice 2011

Equipes no Paris-Nice 2011

Omega Pharma-Lotto (Bel)
Quickstep Cycling Team (Bel)
Saxo Bank Sungard (Den)
Euskaltel-Euskadi (Spa)
Movistar Team (Spa)
Ag2R La Mondiale (Fra)
Sky Procycling (GBr)
Lampre - ISD (Ita)
Liquigas-Cannondale (Ita)
Pro Team Astana (Kaz)
Team Leopard - Trek (Lux)
Rabobank Cycling Team (NEd)
Vacansoleil-DCM Pro Cycling Team (Ned)
Katusha Team (Rus)
BMC Racing Team (USA)
HTC-Highroad (USA)
Team Garmin-Cervelo (USA)
Team Radioshack (USA)
Cofidis, Le Credit En Ligne (Fra)*
Bretagne-Schuller (Fra)*
FDJ (Fra)*
Team Europcar (Fra)*

* ''Repescagem"

Pioneer Android-based Cyclocomputer

Se você pensou que o Android podia ser usado apenas para telefones celulares, tablets , Tv's ou aparelhos similares, pense outra vez: Pioneer já está usando o sistema operacional do Google  no desenvolvimento de uma "próxima geração" Ciclocomputadores. Ele ajuda os usuários a controlar os quatro parâmetros principais: velocidade, cadência, ritmo cardíaco, e potencia.   O protótipo, que tem uma tela de 2,2 polegadas LCD a cores touch screen e um trackball, também possui um sensor no pedal que mede a força aplicada no pedivela.
Características do aparelho ainda incluem , GPS, slot microSD, uma porta microUSB, um termômetro, e 12 horas de vida útil da bateria. O aparelho pesa 100g.
 

Michael Matthews 3ª etapa no Tour Down Under 2011


Nesta quinta-feira, Michael Matthews (Rabobank) venceu a 3ª etapa do Tour Down Under. O australiano completou o percurso de 129 km entre Unley e Stirling em 3h11min47s. Andre Greipel (Omega Pharma) ficou em segundo, seguido por Matthew Goss (HTC-Columbia), que retomou a liderança da prova.

Matthews, de 20 anos, proclamou-se campeão do mundo sub 23, e tem contrato de dois anos com a equipe holandesa. No início deste ano, conquistou uma das etapas da Jayco Bay Cycling Classic. Em 2010, competindo pela equipe Team Jayco-Skins, obteve importantes triunfos em etapas da Volta de Wellington, Volta de Langkawi, Volta do Japão e no Ringerike GP.

Um quarteto protagonizou a fuga do dia. Aleksandr Kuschynski (Katusha), Luis Pasamontes (Movistar), Luke Durbridge (UNISA) e Thomas De Gendt (Vacansoleil) escaparam com apenas três quilômetros e construíram uma vantagem de 5 minutos.

Logo o pelotão começou a sua perseguição impiedosa e neutralizou os escapados a 20 km da meta.

Ben Hermans (Radio Shack) e Richie Porte (Saxo Bank) atacaram nos últimos quilômetros, mas acabaram neutralizados. No sprint final, Matthews venceu com facillidade o alemão Greipel e seu compatriota Goss.

Classificação da 3ª etapa

1 Michael Matthews (Aus) Rabobank Cycling Team 3:11:47
2 André Greipel (Ger) Omega Pharma-Lotto
3 Matthew Goss (Aus) HTC-Highroad
4 Simon Gerrans (Aus) Sky Procycling
5 Luke Roberts (Aus) UNI SA - Australia
6 Francisco Ventoso (Spa) Movistar Team
7 Gorka Izagirre (Spa) Euskaltel-Euskadi
8 Allan Davis (Aus) Astana
9 Blel Kadri (Fra) AG2R La Mondiale
10 Simone Ponzi (Ita) Liquigas-Cannondale

Classificação geral após 3ª etapa

1 Matthew Goss (Aus) HTC-Highroad 9:56:25
2 André Greipel (Ger) Omega Pharma-Lotto 0:00:02
3 Robbie McEwen (Aus) Team Radio Shack 0:00:04
4 Michael Matthews (Aus) Rabobank Cycling Team
5 Ben Swift (GBr) Sky Procycling
6 Allan Davis (Aus) Astana 0:00:14
7 Francisco Ventoso (Spa) Movistar Team
8 Manuele Mori (Ita) Lampre - ISD
9 Alessandro Ballan (Ita) BMC Racing Team
10 Greg Henderson (NZl) Sky Procycling

Video da 3ª etapa do tour de San Luiz 2011

Murilo Fischer treina na Espanha com sua nova equipe "Garmin-Cervélo"


O brasileiro Murilo Fischer esteve essa semana no encontro da equipe Garmin-Cervélo em Calpe, Espanha. Com exceção dos ciclistas que estão no Tour Down Under, o grupo se reuniu para planejar a temporada, incluindo o campeão mundial Thor Hushovd.

No encontro, Fischer recebeu o uniforme de campeão brasileiro que usará até junho - data do novo evento nacional - produzido pela Castelli.

Na Espanha o brasileiro também definiu os primeiros desafios para a temporada, que, para ele, começa no dia 6 de fevereiro, no Challenge de Mallorca. "Gostei muito da programação. Será muito exigente, mas ao mesmo tempo empolgante. Sinto a confiança do time no meu trabalho", diz Murilo Fischer, que não se vê ainda no grupo para as clássicas de abril. "Há muitos especialistas no grupo", avisa.

Confira o calendário de Murilo Fischer:
FEVEREIRO
06 a 10 Challende Mallorca (Espanha)
16 a 20 Volta ao Algarve (Portugal)
27 Kuurne Bruxels Kuurne (Bélgica)

MARÇO
05 Eroica (Itália)
09 a 15 (Tirreno Adriático)
19 Milão-São Remo
Fonte:Prologo

quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Videos do tour de San Luiz 2011





Roberto Ferrari (Androni) vence a 3ª etapa do Tour de San Luis 2011


Roberto Ferrari (Androni) conquistou a vitória na 3ª etapa do Tour de San Luis, após percorrer 164 quilômetros entre Buena Esperanza-Villa Mercedes. Foi o terceiro triunfo da equipe italiana em três etapas (duas com Ferrari e uma com Jose Serpa).

Ferrari completou o percurso em 3h19min49s e superou no sprint final o argentino Marco Crespo (Funvic/ Marcondes Cesar/ Pindamonhangaba) e Maximiliano Richeze (D'Angelo&Antenucci). O uruguaio Héctor Aguilar, também de Pinda, terminou na quarta colocação.

"Foi uma etapa muito veloz e com vento. A equipe trabalhou para mim e para Jose Serpa. Não tinha em mente outra vitória, mas não poderia deixar a oportunidade passar. Vim para vencer uma etapa e duas já são uma grande realização", festejou.

Companheiro de Ferrari, o colombiano Jose Serpa segue na liderança da competição com 4 segundos de vantagem sobre o italiano Eros Capecchi (Liquigas-Cannondale) e 10s sobre o espanhol Xavier Tondo (Movistar), segundo e terceiro respectivamente. O argentino Matias Médici (Pindamonhangaba) aparece na 19ª posição no geral. Renato Seabra (DataRo) é o melhor brasileiro na competição (31º colocado)

Mascarañas (Uruguai), Ariel García (Cuba), Mansilla (Chile), Gastauer (AG2R), Meier (UnitedHealthcare), Roldán (Andalucía-Caja Granada), Oyarzun (Movistar), Marque (Onda) e Campagnaro (D’Angelo) protagonizaram a fuga do dia.

Nesta quinta-feira será disputada a 4ª etapa da competição, um contrarrelógio de 19,5 kilómetros em San Luis.

Classificação da 3ª etapa

1. Roberto Ferrari (Androni) 3:19:49
2. Marco Crespo (Funvic) m.t.
3. Maximiliano Richeze (D'Angelo&Antenucci) m.t.
4. Héctor Aguilar (Funvic) m.t.
5. Sebastién Hinault (AG2R) m.t.
6. Luis Mansilla (Chile) m.t.
7. Walter Pérez (Argentina) m.t.
8. Bernardo Riccio (D'Angelo&Antenucci) m.t.
9. Martín Garrido (Argentina) m.t.
10. Arnold Alcolea (Cuba) m.t.

Classificação geral após 3ª etapa

1. José Serpa (Androni) 12:12:07
2. Eros Capecchi (Liquigas-Cannondale) a 4
3. Xavier Tondo (Movistar Team) a 10
4. Josué Moyano (Argentina) a 24
5. Jorge Giacinti (Argentina) a 36
6. Marco Arriagada (Chile) a 44
7. Gerardo Fernández (Argentina) a 1:03
8. Jesús Rosendo (Andalucía-Caja Granada) a 1:10
9. Fortunato Baliani (D'Angelo&Antenucci) m.t.
10. Iker Camaño (Endura Racing) a 1:30

O Caso contra Lance Armstrong

A Sports Illustred publicou uma investigação completa  contra Lance Armstrong no seu site com o título "O Caso contra Lance Armstrong".

O artigo tem mais de 5700 palavras e inclui novas e antigas acusações contra Armstrong de diversas areas, incluindo questionamentos de Yaroslav Popovych na Itália e outras revelações de Floyd Landis e Stephen Swart.

O artigo mostra a longa amizade de Lance com o expert de Anti-doping Don Catlin e reporta detalhes de uma troca de cartas que revelam níveis de testosterona-epitestosterona acima do normal encontrados em 3 exames de urina de Lance. O artigo também sugere que Armstrong teve acesso à testes de super-´produção do sangue durante a HemAssist

Lance se recusou a responder qualquer pergunta sobre essas acusações antes do início da segunda etapa do Tour Down Under e apenas disse: " Eu dei uma folheada, não há nada lá"

Downhill Urbano em São Paulo

Entre os dias 3 e 6 de fevereiro, o litoral paulista se tornará pela nona vez a capital mundial do downhill urbano, com a realização de mais uma edição da Descida das Escadas de Santos, a maior prova da modalidade no país, realizada ao longo dos 417 degraus que dão acesso à Capela de Nossa Senhora do Monte Serrat, que data de 1603, um dos pontos turísticos mais conhecidos da cidade da Baixada Santista.

A Descida das Escadas de Santos é considerada a principal competição da downhill urbano (DHU) do calendário nacional e uma das maiores do mundo. Os cerca de 100 atletas serão divididos em dez categorias: infanto-juvenil, juvenil, junior, sub-23, sub-30, master A, master B, master C, elite masculino e elite feminino. Com 650 metros de percurso e 147 metros de desnível entre os pontos de largada e de chegada, a prova apresenta aos ciclistas o desafio de superar os 417 degraus da escadaria no menor tempo possível, com trechos que misturam curvas acentuadas e passagens estreitas, com cerca de um metro de largura.
Programação

A programação do evento começa na quinta-feira (3), com a realização do Bike Night, passeio ciclístico gratuito, com a participação dos atletas e aberto à população; o trajeto terá 12 quilômetros de percurso e incluirá as ciclovias e principais avenidas de Santos. Na sexta-feira (4), acontece o congresso técnico e o reconhecimento do trajeto a pé, seguida de uma descida sem controle de tempo e outra cronometrada. No sábado, a pista estará liberada para tomadas de tempo das 10h às 17h. Os mais rápidos de cada categoria serão declarados campeões. Os cinco primeiros tempos no geral estarão classificados para o domingo, bem como as cinco melhores representantes femininas. Às 17h30, os pilotos entre a 6ª e a 20ª posições disputam uma repescagem, que irá classificar os cinco melhores (entre os homens) para a prova do dia seguinte.
Transmissão ao vivo

No domingo, a partir das 9h da manhã - com transmissão ao vivo pela TV Globo, dentro do Esporte Espetacular -, acontece o treino cronometrado. Às 10h, será disputada a semifinal com os dez classificados na categoria masculina, seguida pela final feminina. Às 11h terá início a grande final, com os cinco pilotos mais rápidos do final de semana. A premiação para as categorias masculina e feminina acontece às 11h30. O valor da premiação será divulgado nos próximos dias pela organização do evento.

Sobre a Time Eventos: A Time Mkt Eventos foi criada em 2002 com o objetivo de profissionalizar os eventos de ciclismo. Em oito anos, adquiriu know-how em outros esportes, como surf, bodyboard e skate. A empresa é responsável pela organização de alguns dos principais eventos de esportes radicais da Baixada Santista.

Sobre a ReUnion Sports & Marketing: Uma das agências de marketing esportivo que mais cresce no Brasil, a ReUnion Sports & Marketing atua no segmento desde 1992. Acumula experiência em diversas modalidades esportivas, consultoria a empresas e atletas. Desde 2007, a ReUnion é uma das empresas do Grupo ABC e atua como a agência de marketing esportivo da holding. É responsável pelo sucesso de grandes eventos nacionais e internacionais, como São Paulo Indy 300, X Games Brasil, Circuito Mundial de Vôlei de Praia, Jump Festival, entre outros.

Sobre a Liesp: A Liga de Ciclismo do Litoral do Estado de São Paulo (Liesp) foi fundada em 1998 com o objetivo de fomentar e divulgar a prática da modalidade em Santos e região. São mais de 10 mil atletas filiados e 100 projetos desenvolvidos em parceria com empresas, entidades, prefeituras das cidades do litoral de São Paulo, Governo Estadual e Federal.

Sobre a 9ª Descida das Escadas de Santos: O evento é uma realização da Liga de Ciclismo do Litoral do Estado de São Paulo (Liesp), com cota patrocínio de Riachuelo, Redecard e Night Power; parceiros de mídia: Oi, Sedex, Wizard e Caixa Econômica Federal. Apoio: HDI Seguros e Peugeot, Prefeitura de Santos, Sociedade de Melhoramentos do Monte Serrat (SMMS) e Time Eventos. Comercialização: ReUnion Sports & Marketing. O projeto tem o apoio do Ministério do Esporte, por meio da Lei de Incentivo ao Esporte.

Ben Swift vence 2ª Etapa do Tour Down Under

Ben Swift (Sky) foi o mais rápido no sprint final e venceu a 2ª etapa do Tour Down Under - um percurso de 146 km entre Tailem Bend-Mannum. Robbie McEwen (RadioShack) terminou na segunda colocação e assumiu a liderança da competição. Graeme Brown (Rabobank) ficou em terceiro.

A etapa foi marcada pelos acidentes. Duas quedas quebraram o pelotão. Na primeira, a 3 quilômetros da meta, Mark Cavendish (HTC-Columbia), Matt Goss (HTC-Columbia), Tyler Farrar (Garmin-Cervèlo) e Andre Greipel (Omega Pharma) acabaram envolvidos, abrindo uma lacuna para os demais concorrentes. A segunda aconteceu a poucos metros do sprint.

Aos 23 anos, Swift conquistou uma das principais vitórias em sua carreira, juntamente com as duas etapas na Volta de Picardie, no último ano, e uma no Tour da Bretaña, em 2009.

Yuriy Krivstov (AG2R), David Tanner (Saxo Bank), Mitchell Docker (UniSA), em um primeiro momento, e Timothy Roe e Simon Zahner (BMC) e Luke Roberts (Unisa) protagonizaram a fuga do dia; neutralizada a 3 quilômetros da meta.

Classificação da 2ª etapa

1 Ben Swift (GBr) Sky Procycling 3:27:44
2 Robbie McEwen (Aus) Team Radio Shack
3 Graeme Brown (Aus) Rabobank Cycling Team
4 Romain Feillu (Fra) Vacansoleil-DCM Pro Cycling Team
5 Jurgen Roelandts (Bel) Omega Pharma-Lotto
6 Francesco Chicchi (Ita) Quick Step Cycling Team
7 Michael Matthews (Aus) Rabobank Cycling Team
8 Denis Galimzyanov (Rus) Katusha Team
9 Francisco Ventoso (Spa) Movistar Team
10 Allan Davis (Aus) Astana

Classificação geral após 2ª etapa

1 Robbie McEwen (Aus) Team Radio Shack 6:44:42
2 Matthew Goss (Aus) HTC-Highroad
3 Ben Swift (GBr) Sky Procycling
4 André Greipel (Ger) Omega Pharma-Lotto 0:00:04
5 Mitchell Docker (Aus) UNI SA - Australia
6 Graeme Brown (Aus) Rabobank Cycling Team 0:00:06
7 David Tanner (Aus) Saxo Bank Sungard
8 Mathieu Perget (Fra) AG2R La Mondiale 0:00:07
9 Miguel Minguez (Spa) Euskaltel-Euskadi
10 Simon Zahner (Swi) BMC Racing Team

Jose Serpa (Androni) vence a 2ª etapa do Tour de San Luis 2011



Jose Serpa (Androni) se impôs e venceu a 2ª etapa do Tour de San Luis, após percorrer 156,6 quilômetros entre Juana Koslay e Mirador del Potrero, na primeira chegada em montanha na competição.

Serpa completou o percurso em3h52min58s e assumiu a liderança na classificação geral. O ciclista colombiano superou o italiano Eros Capecchi (Liquigas/Cannondale) e Marco Arriagada (Chile), segundo e terceiro respectivamente.

Um grupo de 19 ciclistas formou a fuga do dia, que teve ciclistas como Soliz (Bolivia), Mansilla (Chile) e Mandri (Endura). O chileno Arriagada (ex-Pindamonhangaba), entretanto, foi o grande destaque e resistiu até os últimos metros, quando acabou neutralizado por Serpa e Capecchi.

Classificação da Etapa

1. José Serpa (Androni-Giocattoli) 3:52:58
2. Eros Capecchi (Liquigas-Doimo) m.t.
3. Marco Arriagada (Chile) m.t.
4. Xavier Tondo (Movistar Team) m.t.
5. Josué Moyano (Argentina) a 14
6. Fortunato Baliani (D'Angelo&Antenucci) a 22
7. Jorge Giacinti (Argentina) a 26
8. Jesús Rosendo (Andalucía-Caja Granada) m.t.
9. Mauricio Soler (Movistar Team) m.t.
10. Camilo Gómez (Colombia) a 31

Classificação geral após 2ª etapa

1. José Serpa (Androni-Giocattoli) 8:52:18
2. Eros Capecchi (Liquigas-Cannondale) a 4
3. Xavier Tondo (Movistar Team) a 10
4. Josué Moyano (Argentina) a 24
5. Jorge Giacinti (Argentina) a 36
6. Marco Arriagada (Chile) a 44
7. Gerardo Fernández (Argentina) a 1:03
8. Jesús Rosendo (Andalucía-Caja Granada) a 1:10
9. Fortunato Baliani (D'Angelo&Antenucci) m.t.
10. Miguel A. Rubiano (D'Angelo&Antenucci) a 1:33

Tour de San Luiz 2011 Video de Apresentação

terça-feira, 18 de janeiro de 2011

Manobras incríveis na bike

video

Contador não deve participar do Tour de France 2011

Representantes da Saxo Bank criticaram os comentários de um executivo da UCI que sugeriu que Alberto Contador deve e merece uma severa punição pelo teste positivo de clembuterol durante o Tour de France em 2010

Peder Pedersen, membro de ambos, executivo da UCI e do comitê anti-doping, falou para uma televisão dinamarquesa que espera que Contador seja suspenso das competições pelo doping


"A informação que temos é que se confirmado, o doping de Alberto Contador deve puni-lo por dois anos, então eu acho que ele não participará do Tour desse ano" - disse Pedersen

Frank e Andy Schleck apontam os favoritos para o Tour de France 2011

Frank e Andy Schleck (Leopard Trek) apontaram Ivan Basso como a principal ameaça a Leopard Trek para vencer o Tour de France na temporada inaugural da equipe.

Os dois irmãos ainda não venceram o Tour, mas Andy já foi o melhor jovem e terminou em segundo em 2010

"Não acho que teremos grandes surpresas, o Tour de France é muito difícil." disse Andy Schleck

"Eu acho que principal rival será Basso. Denis Menchov  e Cadel Evans também estarão lá, portanto tem de se ter cuidado com eles" falou Andy.

A surpresa foi que ambos os irmãos tentaram fugir do assunto do doping do tri-campeão Alberto Contador

"Espero que as pessoas certas tomem as decisões corretas." disse Frank
" Mas com certeza se Contador for liberado para correr é um grande favorito" completou

Brasileiro disputa Tour de Langkawi na Malásia

O ciclista Otávio Bulgarelli iniciou a temporada 2011 na Itália com um training camp e está de malas prontas para a Malásia. Com o apoio da Confederação Brasileira de Ciclismo, o atleta embarcou em Guarulhos (SP) no dia 6 de dezembro e participou com os demais 20 integrantes da equipe Farnese Vini-Neri Sottoli de um treinamento conjunto realizado entre os dias 9 e 16 de janeiro.

“O objetivo desse tipo de treinamento é unir o grupo e apresentar a equipe aos novos integrantes. Também participamos de palestras dos patrocinadores, conhecemos os novos materiais e aprendemos a lidar com o sistema de controle do passaporte biológico”, explicou.

Bulgarelli passou as férias de final de ano em Campinas (SP), onde reside com a família. Em novembro, o ciclista voltou aos treinos e começou os trabalhos de base para a temporada, com treinos de academia, piscina e pedaladas curtas que foram aumentando gradativamente até chegar a treinos de estrada com a duração entre três e cinco horas de duração, com uma folga a cada 15 dias.

Na Itália, os treinos passam a ser mais longos, com pedaladas de até seis horas diárias.


Tour de Langkawi

Mas é na Malásia que Otávio Bulgarelli vai enfrentar o primeiro grande desafio do ano.

Nessa terça-feira, dia 18 de janeiro, o brasileiro embarca para o país asiático para disputar o Le Tour de Langkawi (www.ltdl.com.my), que começa no dia 23 e termina no dia 1º de fevereiro. Serão 10 etapas e um total de 1.315 quilômetros.

A competição distribui uma premiação total equivalente a 350 mil Euros, uma das maiores do circuito internacional UCI.

Após a Malásia, Bulgarelli participa de outro training camp entre os dias 7 e 14 de fevereiro na cidade de Sperlonga, 200 km ao Sul da capital italiana.

E, no dia 15 de fevereiro, é a vez de o brasileiro posar para a foto oficial da apresentação da equipe, em Pescara.

“Essa primeira temporada exige paciência. Eu vou brigar por um pódio e, se conseguir, já vai ser um grande presente de inicio no profissional. Meu objetivo é crescer devagar e conquistar um lugar numa equipe Pro Tour”, conta Bulgarelli.

http://www.ltdl.com.my

Campeonato Estadual de MTB DonwHill 2011

A 1ª etapa do estadual de MTB Downhill vai acontecer nos dias 29 e 30 de janeiro em Miguel Pereira, na tradicional pista do Clube que fica localizada bem no centro da cidade e a cada ano bate recorde de inscritos.

Em 2010 a etapa teve 221 inscritos e foi um sucesso total, o grande diferencial da etapa é a pista onde a cada ano surgem novos atletas e futuros campeões.

E o local para a abertura não podia ser melhor, a cidade conta com uma ampla rede de hotéis e restaurantes. O município de Miguel Pereira fica a 110 km da capital é o 3º melhor clima do mundo ideal para a pratica do Mountain Bike.

A pista tem 1000 metros de extensão e para começar a temporada 2011 ela é ótima, pois é uma pista de nível técnico fácil ideal para inicio do campeonato onde os pilotos estão voltando das férias e retomando os treinos.

Este ano teremos o apoio da RedBull e a presença de dois pilotos internacionais, um deles é o eslovaco Filip Polc que foi o campeão do RedBull “Desafio no Morro” e campeão do DownHill urbano de Santos 2010 que foi transmitido ao vivo na Globo e o outro é o americano Chris Van Dine campeão Elite no Pan-americano 2009.

Todos os equipamentos de segurança que estão no regulamento serão obrigatórios.

Todo piloto vai poder se federar no local da inscrição levando todos os documentos necessários que estão no site http://www.fecierj.org.br

Troféu Brasil de Triathlon 2011

A temporada 2011 de eventos da NA Sports está definida. Como aconteceu no ano passado, a abertura da programação será em fevereiro, com a disputa do 20º Triathlon Internacional de Santos TPT’2011, marcado para o dia 20 de fevereiro, em Santos, litoral de São Paulo. Também estão confirmadas seis etapas do 21º Troféu Brasil de Triathlon, entre março e dezembro, com provas em Santos e São Paulo, e os cinco eventos do 19º SP Open de Biathlon, competição destinada à formação de novos valores, entre os meses de abril e outubro, todos em Santos.

"Estamos felizes em mais uma vez realizar as três competições em 2011. Elas já se tornaram tradição e têm importante papel no desenvolvimento e crescimento do triatlo nacional. Esperamos a participação de competidores de todas as idades, amadores e profissionais, ao longo do ano", destaca Núbio de Almeida, diretor-geral e criador das provas.

Uma das mais importantes provas do calendário, o Triathlon Internacional de Santos reunirá os principais nomes do esporte no dia 20 de fevereiro, mais uma vez na Avenida Conselheiro Nébias, no Boqueirão. O evento terá as distâncias olímpicas, ou seja, 1,5 km de natação, 40 km de ciclismo e 10 km de corrida. No ano passado, o brasileiro Reinaldo Colucci garantiu o bicampeonato, enquanto a norte-americana Nina Kraft venceu entre as mulheres. As inscrições estão abertas pelo site oficial, www.nasports;com;br/online e no www.ativo.com.

O Troféu Brasil de Triathlon fará sua 21ª temporada, sendo o mais tradicional e importante evento do gênero na América do Sul. A programação de etapas é a seguinte: 20/03, Santos (SP); 01/05 - São Paulo (SP); 21/08, São Paulo (SP); 25/09, Santos (SP); 30/10, Santos (SP); e 11/11, Santos (SP). Uma das novidades é a pontuação, que seguindo a linha do futebol passará a ser pela somatória de pontos e sem descarte. Carla Moreno e Paulo Miyashiro foram os vencedores em 2010 entre os profissionais.

Finalmente, o SP Open de Biathlon 2011 continuará cumprindo seu papel de formar novos competidores para o triatlo nacional, fato que vem acontecendo há 18 anos. Serão cinco eventos, com início no dia 2 de abril, sempre na Ponta da Praia, em Santos. As demais provas ocorrerão nos dias 21/05, 18/06, 15/10 e a grande final no dia 12/11. Luizinho Avelino e Priscila Rocha ficaram com o título na categoria principal.

Mais informações no site http://www.nasports.com.br

Ferrari vence 1ª Etapa do Tour de San Luis

Principal competição de ciclismo na América do Sul, a 5ª edição do Tour de San Luis começou nesta segunda-feira. O italiano Roberto Ferrari (Androni) ficou com a vitória na primeira etapa, após completar o percurso de 166 quilômetros com encerramento em Justo Daract.

Ferrari cruzou a meta com 4h59min30s, ficando à frente do argentino Maximiliano Richeze (D´Angelo & Antenucci) e Jacobo Guarneri (Liquigás), segundo e terceiro respectivamente. O melhor brasileiro foi Rodrigo Araújo, da DataRo, que encerrou na 31ª posição, com 38 segundos de atraso, junto com o italiano Ivan Basso (Liquigás).

A fuga do dia foi marcada por dois ciclistas: Jesús Rosendo (Andalucía-Caja Granada) e Juan Lucero (Seleção da Argentina), escapados praticamente desde o começo da prova. O pelotão intensificou o ritmo com cerca de 50 km para a meta e acabou alcançando os atletas a 15 km do final, com a chegada sendo decidida no sprint.

Classificação da 1ª etapa

1 Roberto Ferrari (Ita) Androni-Giocattoli 4:59:30
2 Maximiliano Richeze (Arg) D'Angelo & Antenucci
3 Jacobo Guarneri (Ita) Liquigas-Cannondale
4 Jorge Soto (Uru) Uruguay
5 Giorgio Brambilla (Ita) De Rosa-Flaminia
6 Mauro Richeze (Arg) Argentina
7 Jose Serpa (Col) Androni-Giocattoli
8 Josue Moyano (Arg) Argentina
9 David De Lay (Fra) AG2R La Mondiale
10 Eros Capecchi (Ita) Liquigas-Cannondale

Classificação Geral após 1ª etapa

1 Roberto Ferrari (Ita) Androni-Giocattoli 4:59:30
2 Maximiliano Richeze (Arg) D'Angelo & Antenucci
3 Jacobo Guarneri (Ita) Liquigas-Cannondale
4 Jorge Soto (Uru) Uruguay
5 Giorgio Brambilla (Ita) De Rosa-Flaminia
6 Mauro Richeze (Arg) Argentina
7 Jose Serpa (Col) Androni-Giocattoli
8 Josue Moyano (Arg) Argentina
9 David De Lay (Fra) AG2R La Mondiale
10 Eros Capecchi (Ita) Liquigas-Cannondale

Matthew Goss vence 1ª Etapa do Tour Down Under

O australiano Matthew Goss (HTC) venceu a primeira etapa do Tour Down Under, após percorrer 138 km entre Mawson Lakes e Angaston. Goss completou o percurso em 3h17min08s e confirmou o excelente início de temporada com o título no Cancer Council Classic, uma prévia do Tour Down Under, e duas etapas no Jayco Bay Cycling Classic.

O alemão Andre Greipel (Omega Pharma) e o experiente Robbie McEwen (RadioShack) completaram o pódio e terminaram em segundo e terceiro, respectivamente. O esperado embate entre Greipel (Omega Pharma), Mark Cavendish (HTC) e Tyler Farrar (Garmin-Cervèlo) não aconteceu, mas deverá ocorrer nas próximas etapas.

A fuga do dia foi formada por cinco atletas: Ion Izagirre e Miguel Mínguez (Euskaltel-Euskadi), Mitchell Docker (Unisa), Simon Clarke (Astana) e Mathieu Perget (AG2R), escapados depois da primeira montanha do dia.

Mínguez e Clarke resistiram e seguiram escapados até 9 km da meta, quando o bom trabalho das equipes HTC, Omega Pharma, Garmin-Cervèlo e Sky surtiu efeito com a chegada sendo decidida no sprint.

Classificação da 1ª etapa

1 Matthew Goss (Aus) HTC-Highroad 03:17:08
2 André Greipel (Ger) Omega Pharma-Lotto
3 Robbie McEwen (Aus) Radio Shack
4 Chris Sutton (Aus) Procycling Sky
5 Elia Viviani (Ita) Liquigas-Cannondale
6 Romain Feillu (Fra) Vacansoleil DCM
7 Alessandro Ballan (Ita) BMC Racing Team
8 Inaki Isasi (Spa) Euskaltel-Euskadi
9 José Joaquin Rojas (Spa) Movistar
10 Greg Henderson (Nova Zelândia) Procycling Sky

Classificação Geral após 1ª etapa

1 Matthew Goss (Aus) HTC-Highroad 03:17:08
2 André Greipel (Ger) Omega Pharma-Lotto
3 Robbie McEwen (Aus) Radio Shack
4 Mitchell Docker (Aus) UNI SA - Australia
5 Mathieu Perget (Fra) AG2R La Mondiale
6 Simon Clarke (Aus) Astana
7 Miguel Minguez (Spa) Euskaltel-Euskadi
8 Chris Sutton (Aus) Sky Procycling
9 Elia Viviani (Ita) Liquigas-Cannondale
10 Romain Feillu (Fra) Vacansoleil-DCM

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

Ciclista ajuda vítimas de chuvas no Rio

Ele está acostumado a percorrer as mais difíceis trilhas em suas aventuras de bicicletas nas competições de Mountain Bike. Mas, desta vez, a motivação do campeão de ciclismo Henrique Avancini, de 22 anos, era o espírito de solidariedade para ajudar as vítimas das chuvas na Região Serrana do Rio.
Na manhã desta segunda-feira (17), ao lado do pai, o empresário Ruy Avancini, 55, e do amigo e radialista Alan Carvalho Pacheco, 32, que costuma filmar e fotografar as regiões devastadas por onde passam, Henrique atravessou ruas cobertas de lama e subiu em áreas com risco de desabamento para chegar do outro lado da montanha e levar algum alimento e uma palavra de conforto para as famílias que ainda estavam isoladas.
Ciclista Henrique leva doações com pai e amigo em Petrópolis
O trio já percorreu mais de 30 quilômetros em suas bicicletas. Henrique, o pai e o amigo conversaram com o G1 quando passavam por um dos cenários mais devastados do Vale do Cuiabá, em Itaipava, distrito de Petrópolis. A cidade contabiliza mais de 50 mortes por causa das chuvas.
"Quando chegamos nesses lugares, somos recebidos com um olhar de desconfiança, incredulidade. Ainda estão em estado de choque. Mas quando nos apresentamos, logo pedem alguma coisa para comer e beber. Estão numa condição desumada, esperando algum tipo de ajuda", conta o campeão, que treina desde os 10 anos naquela região e conhece bem as trilhas das montanhas.
Nas mochilas, eles levam água, sanduíches, barras de energéticos e de carboidratos. "Pelo caminho, temos encontrado muitas crianças e idosos. Depois, passamos as referências de onde eles estão para as equipes de resgate para que possam ajudá-los a sair desses lugares", afirma Alan.
Ruy, veterano da equipe de solidariedade e maior incentivador nas competições do filho, disse que reuniu um grupo, dois dias depois da tragédia que atingiu a Região Serrana, e fez a proposta missionária.
"Todos decidiram na hora que iriam participar. Fizemos contatos com outros grupos no Rio e logo conseguimos juntar uma boa quantidade de alimentos para doar. Nós resolvemos, então, fazer esse trabalho de formiguinha, levando esses poucos suprimentos alimentares, mas que é muito importante para essas pessoas numa hora dessas", diz.
Henrique já participou de dezenas de competições oficiais no Brasil, nos Estados Unidos, Nova Zelândia, Argentina, Colômbia, México, Escócia, Venezuela, Itália, Alemanha, Bélgica e nestes últimos dez anos já passou por quatro categorias.
Conquistou inúmeros títulos importantes para o Brasil, como o bicampeonato Pan-Americano e um nono lugar no mundial da Nova Zelândia - melhor colocação de um brasileiro em mundiais. É o atual campeão brasileiro e líder do Ranking da Confederação Brasileira de Ciclismo (CB